Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Círculo do Graal

Em cada povo, em cada ser humano, tem de existir, primeiro, a base para a receção dos elevados reconhecimentos de Deus, que se encontram na doutrina de Cristo.

Círculo do Graal

Em cada povo, em cada ser humano, tem de existir, primeiro, a base para a receção dos elevados reconhecimentos de Deus, que se encontram na doutrina de Cristo.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

01
Out18

Culto

Círculo do Graal

culto_blog.jpg

 

Culto deve ser o anseio tornado forma, para que algo inapreensível terrenamente se torne assimilável de algum modo ao sentido terreno.

Deve ser o anseio tornado forma, mas infelizmente ainda não é assim, do contrário muita coisa deveria ter formas completamente diferentes, se tivessem surgido do próprio anseio. O caminho certo para isso condiciona justamente o brotar de formas exteriores, vindas do íntimo. Mas tudo quanto hoje vemos nada mais é do que uma construção do raciocínio onde somente depois os sentimentos intuitivos deverão ser comprimidos. Toma-se assim um caminho ao contrário, que naturalmente também se pode chamar de errado ou falso, por jamais conseguir realmente ser vivo em si.

Assim muita coisa grosseira e inoportuna se molda, o que de outra forma chegaria muito mais próximo da vontade real, com o que, somente então, o efeito convincente pode unir-se.

Muita coisa bem-intencionada acaba repugnando em lugar de convencer, porque a forma certa para isso ainda não foi encontrada, a qual o raciocínio nunca pode dar para aquilo que é inapreensível terrenamente!

É o que acontece também nas igrejas. De modo demasiadamente nítido se faz sentir a edificação do raciocínio, visando somente a influência terrena, e deste modo muita coisa boa perde sua significação, porque dá a impressão de antinatural. 

Outrossim, só pode dar a impressão de antinatural aquilo que não corresponde às leis da Criação. Justamente tais coisas existem em abundância nos cultos atuais, onde simplesmente tudo o que se encontra em oposição às leis naturais é envolvido em misteriosa escuridão.

Exatamente com isso, porém, pelo facto de os seres humanos inconscientemente nesse assunto nunca falarem de uma Luz misteriosa, mas sempre e apenas de uma escuridão, eles acertam, pois a Luz não conhece obscurecimento, portanto também nenhuma mística, para a qual não devia haver lugar na Criação que se originou da Vontade de Deus, trabalhando automaticamente segundo um ritmo inexorável. Nada é mais claro em seu tecer do que exatamente a Criação, que é a obra de Deus!

Nisso é que reside o segredo do êxito e estabilidade, ou da ruína. O que está construído com bases nessas leis vivas da Criação recebe auxílio, trazendo êxito e também estabilidade. Onde, porém, tais leis não forem observadas, seja por ignorância, seja por obstinação, o desmoronamento efetivar-se-á irremediavelmente, após tempo maior ou menor, porque não conseguirá se manter permanentemente, pois não se encontra sobre nenhuma base firme e inamovível.

Eis porque tanta obra humana é efémera, facto que não precisava ocorrer. A isso pertencem cultos de múltiplas espécies que constantemente têm de ser submetidos a transformações, se não devam sucumbir totalmente.

O Filho de Deus deu aos seres humanos, do modo mais simples e mais claro, na sua Palavra, o caminho certo pelo qual deviam conduzir sua existência terrena, correspondente à tessitura da Criação, a fim de, através das leis de Deus que se manifestam no tecer da Criação, serem apoiados auxiliadoramente e elevados às alturas luminosas, para obterem paz e alegria aqui na Terra.

  

leia mais sobre o tema…  Culto - Volume I

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar