Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Livro da Vida

por Círculo do Graal, em 06.04.13

Dissertação para leitura no próximo domingo (9.00 h – 10.00 h, TMG – Lisboa)

Assim como a escuridão cobriu o Gólgota quando Jesus, a Luz viva, deixou esta Terra, assim ela se estende agora sobre a humanidade, trazendo-lhe de volta o grande sofrimento que ela causou ao Amor de Deus, com a maneira cruel do ardiloso raciocínio, incapaz da mínima vibração intuitiva, e que, como o mais forte instrumento de Lúcifer, era sagrada para vós!

Procurai, pois, agora, seres humanos, se puderdes, proteger-vos da ira sacrossanta de Deus com o vosso raciocínio! Defendei-vos contra a Onipotência Daquele que magnanimamente vos entregou esta parte da Criação para usufruto, mas que devastastes e sujastes como uma estrebaria de animais sem trato, a ponto de aí só poderem habitar o sofrimento e a miséria, porque ante vosso comportamento errado e vosso querer tenebroso, toda a paz e alegria fogem, toda a pureza se esconde horrorizada.

 

Procurai esconder-vos da indesviável Justiça de Deus! Ela vos atinge por toda a parte, executando inexoravelmente a Vontade Divina, sem perdoar algo da tremenda culpa com que vos sobrecarregastes por presunção e teimosia.

Sois julgados antes mesmo que possais balbuciar uma única palavra de desculpa, e de nada vos valem todos os rogos, todas as súplicas, todas as blasfémias ou imprecações, pois empregastes e dilapidastes imperdoavelmente o ultimo prazo destinado ao exame de consciência e conversão, cuidando apenas de vossos vícios!

Não vos digo isso como advertência, pois para tanto já é demasiado tarde. Longe estou de continuar a advertir, como tenho feito há anos. Deveis apenas refletir nisso no vivenciar vindouro! Por isso digo mais uma vez o que esse tempo contém para vós. Talvez o saber disso vos alivie em muitos sofrimentos, mesmo que isso nada mais possa evitar.

 

Sabeis que é o resgate da culpa que vós próprios pusestes voluntariamente sobre os ombros, pois ninguém a isso vos obrigou. Se, mediante minhas palavras, puderdes em vosso sofrimento alcançar o reconhecimento e assim renascer em vós o anseio pela Luz e pela pureza, que se objetiva por um pedido cheio de humildade, então mesmo afundando, ainda poderá existir salvação para vós, sim, porque o Amor de Deus permanece vigilante.

Então podereis ver também a nova vida que o Senhor só outorgará àqueles que de bom grado vibram nas sagradas leis da Sua Criação, que conservam a Sua Casa, da qual sois apenas hóspedes, livre de todas as ações hostis à Luz e que, por sua vez, não devastem criminosamente os belos jardins em cujo esplendor e pureza eles devem continuamente se alegrar, para nisso se fortalecer.

Ó cegos, porque não quereis despertar! De tanta coisa grave poderíeis poupar-vos. Dessa forma, porém, todo vosso ser terá de envolver-se em escuros véus de profunda melancolia, donde somente através dos relâmpagos fulminantes da sagrada ira de Deus vos podem advir ainda libertação e salvação!

 

E essa ira irromperá sobre vós com inimaginado poder no sagrado Juízo!

O Juízo, porém, é diferente do que pensais. Sabeis da existência de um Livro da Vida, que pelo Juiz Deus em determinada hora será aberto para cada um!

O Livro da Vida mostra os nomes de todas as criaturas que chegaram à vida, e nada mais.

As folhas escritas, porém, que constituem esse grande Livro da Vida, que mostram o pró e o contra de cada pensamento e de todas as ações de cada um isoladamente, são as próprias almas, onde está impresso tudo quanto elas vivenciaram e executaram no decorrer de sua existência.

Nisso, fácil é ao Juiz ler claramente todos os prós e contras. Quanto a essa leitura, pensais também erroneamente. Também isso é muito mais simples do que procurais imaginar.

O Juiz não faz cada alma isoladamente caminhar até diante Dele, até diante de Seu trono, e sim envia em missão de Deus seus golpes de espada pelo Universo! Os golpes de espada são irradiações que emanam, atingindo tudo na Criação.

Reconhecei a grande simplicidade e a surpreendente naturalidade! O Juiz não envia os raios a este ou aquele, consciente ou deliberadamente, não, simplesmente os emite por ordem sagrada de Deus, pois é a força de Deus, nada mais poderia atuar dessa maneira senão a Sua sacrossanta Vontade!

[…]

Através da Mensagem do Graal, contudo, progride vosso saber sobre a atuação na Criação, podendo por isso sempre vos ser dito algo mais, pois hoje, devido à minha Mensagem, já podeis compreender.

Os golpes de espada do Derradeiro Dia investem como fortes irradiações de Luz em direção à Criação e fluem através de todos os canais já formados mediante os efeitos automáticos das leis Divinas na Criação e constituídos por todo o sentir intuitivo, pensar, querer e também atuar dos seres humanos, como pontos de partida.

Por isso os raios julgadores serão dirigidos através desses canais já existentes com incontestável segurança a todas as almas, produzindo lá seus efeitos de acordo com o estado da respetiva alma, todavia, tão aceleradamente, que toda a sua existência será trazida em poucos meses para o último círculo de remate de toda a atuação de até então, soerguendo essas almas ou derrocando-as, vivificando-as e fortalecendo-as ou destruindo-as, de acordo com o estado real!

Assim é o Juízo! Hoje podereis através da Mensagem compreender o fenómeno descrito.

Antes não o teríeis podido compreender, e por isso tudo teve que ser anunciado em simples imagens, correspondendo mais ou menos ao funcionamento do processo.

E esses golpes do Juízo Final já estão a caminho de vós, a caminho de cada um na Criação, não importando se está ou não com seu corpo terreno.

Os primeiros já vos atingiram e assim revive tudo quanto ainda pende em vossas almas.

Mas também os últimos golpes, que trazem aniquilação ou elevação, são enviados com severidade dominadora, para consumar a purificação desta Terra! Já estão se arremessando sobre a humanidade e nada consegue em parte alguma detê-los. Na hora exatamente determinada por Deus será a humanidade atingida de maneira inexorável, porém justa!

 

Abdruschin

                        

Excerto da Dissertação, “O Livro da Vida”, da obra “Na Luz da Verdade - Mensagem do Graal”, volume I.

Esta dissertação (Pág. 185) pode ser lida em formato PDF, ao descarregar o livro.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Mensagens

Calendário

Abril 2013

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930





Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Favoritos