Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O inesperado surpreende

por Círculo do Graal, em 14.09.12

Estamos diante do inesperado. Os acontecimentos nos atordoam de forma surpreendente. Nunca tivemos a oportunidade de ver coisas tão fora de propósito como ultimamente. Nesse meio algo estranho está acontecendo com muitos seres humanos que, contrariando o que deveria ser natural, não procuram mais compreender a vida e o mundo, pois a busca do sentido da vida é algo inato no ser humano cuja intuição esteja ativa. Muitas crianças desde cedo começam a fazer perguntas, algumas chegam até a surpreender, pois sentem intuitivamente a lógica das coisas. Temos de aproveitar essa fase promovendo o contato das crianças com a natureza, juntamente com esclarecimentos de educadores preparados, capacitando para uma visão da grandeza dos mecanismos naturais e da própria vida, como a base indispensável para a formação de seres humanos de qualidade com generosidade no coração. A humanidade retrocedeu e muito, pois quando o ser humano deixa de buscar a compreensão da vida e do mundo é sinal de que perdeu muito de sua essência. Temos de fortalecer o humano para que o mundo não se torne cada dia mais inóspito.

 

Está ficando difícil manter uma conversa um pouco mais profunda, pois há uma forte tendência para conversas superficiais, parece que as conversas não se interiorizam e as pessoas conversam como se fossem robôs. Com a sua mania de grandeza muitas pessoas são hábeis em manejar a espada das palavras de modo a encobrir as suas reais intenções, pressionando como meio de impor a sua vontade e seus desejos egoísticos. Outra atitude muito usual é a de ficar em cima do “muro”, sem definir o seu comprometimento com coisa alguma. Enfim este é um tempo de fragmentação. Sem um alvo elevado em comum, os humanos estão se digladiando entre si por qualquer ninharia.

 

Somos por natureza indivíduos para viver em grupos. A convivência é necessária e útil, no entanto, para nos fazer bem precisa estar livre de sentimentos negativos como inveja, ódio e despeito, que atuam como fardos que pesam sobre nossa cabeça tumultuando o foco dos pensamentos se, descuidados, não nos esforçarmos para mantê-lo limpo. Estamos diante da aceleração dos acontecimentos. Sentimos como se a areia do tempo escorresse de forma mais rápida. Falta tempo para a leitura, para as conversas, para a reflexão. As pessoas vão sendo empurradas pelos acontecimentos cada vez mais pesados e mais acelerados, a consequência é que vão se afastando de sua essência também pela falta de tempo. Para não sermos surpreendidos pelo inesperado temos de buscar o reconhecimento das leis da Criação e confiar nelas e na Justiça que paira acima de tudo; temos de conservar limpo o foco dos pensamentos, cultivar o grande poder do silêncio e da reflexão intuitiva. Assim estaremos fortalecendo o humano em nós mesmos e poderemos nos manter apartados dessa grande turbulência de acontecimentos, alcançando a paz e a alegria de viver que se manifesta na gratidão pelo dom da vida. Fortalecendo o humano em si, deverá surgir a força entusiasmadora e arrebatadora do pensamento homogêneo e do atuar uniforme na direção de um alvo em comum, uma visão enobrecedora na busca do aprimoramento individual, da harmonia e da paz no planeta. Então, facilmente as pessoas poderão observar a melhora das condições gerais da vida e a redução dos desagradáveis eventos inesperados, pois em seu lugar estará sendo semeada a consideração e a felicidade.

 

Benedicto I. C. Dutra

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Mensagens

Calendário

Setembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30





Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Favoritos